Indicação de Texto: Casuísmo

E ae galerinha, tudo bem?

Vocês lembram que ano passado eu fiz algumas indicações de textos de amigos meus, né? Eu adoro compartilhar com vocês coisas boas ❤ e esses dias eu li no blog do Gill Nascimento um texto muito bonito.

 

Achei que deveria compartilhar com vocês e espero que vocês gostem, assim como eu gostei! É um texto que faz a gente refletir… Confira! 🙂

foto tum

O que tiver que ser, será!

”A vida é curta demais para que eu fique em casa enquanto todo mundo está lá fora se divertindo. Porém ela não é tão curta assim, que eu não possa tirar um dia para descansar.
A vida é curta demais para que eu fique me privando de fazer aquilo que quero fazer. Porém ela não é tão curta assim, que eu não possa primeiro fazer o que realmente é  preciso.
A vida é curta demais para que eu fique deixando meus sonhos de lado. Porém ela não é tão curta assim, que antes eu não possa encarar minha realidade de frente.
A vida é curta demais para que eu perca meu tempo me preocupando com aquilo que só me dá dor de  cabeça. Porém ela não é tão curta assim, que eu não possa procurar um remédio.
A vida é curta demais para que eu fique gastando meu tempo me lamentando. Porém ela não é tão curta assim, ao ponto de eu não poder tirar um tempo para lavar a minha alma.
Quem nunca falou que a vida é curta demais para algo?
Eu já falei tantas vezes que nem me atrevo a tentar chutar uma estimativa.
Difícil foi perceber que na maioria das vezes eu  tornava ela ainda mais curta, quando deixava de lado o necessário, para correr atrás do desejado, quando esquecia a cura, e ia atrás apenas do alívio.
Incrível como são atraentes os atalhos, quando na verdade as paisagem estão no caminho mais longo, quando é na estrada onde a gente  costuma encontrar as lições.
Se pensarmos bem, acho que não é a vida que é curta, somos nós que possuímos uma pressa absurda de chegar.
Em muitas vezes me  senti como um personagem de um livro, e ao mesmo tempo em que sentia aquele desejo de que a história fosse bem longa, eu também sentia uma curiosidade enorme de conhecer o final.
Algumas prioridades realmente são um saco, assim como alguns desejos, mesmo que fúteis, são  necessários. Mas do que adianta correr?
É como se as prioridades fossem uma chuva, quanto mais a gente corre para fugir dela, mais a gente se molha.
Minha falecida avó, sempre que eu queria muito algo, ao ponto de ficar ansioso e achando que, quanto mais demorasse para acontecer, menos eu iria aproveitar, ela me dizia:
“Meu filho, o que tem que ser, será…”
E quando eu ameaçava soltar uma expressão, fosse de ânimo, fosse o contrário, ela completava:
“… Mas será no tempo certo! Então não corra. Ande!”
Um tio meu costuma dizer algo bem interessante também, e que se encaixa muito bem aqui:
“A vida é um espetáculo imperdível, mas não adianta você correr e chegar cedo, pois as cortinas têm hora marcada para abrir. Assim como para fechar.”
A vida não é curta, nós que não sabemos conjugar direito o verbo viver.
A vida não é curta, somos nós que cortamos seus caminhos.
A vida não é curta, somos nós que, às vezes, corremos demais.
A pergunta que fica é: Para quê?
Minha avó também dizia, que tudo aquilo que é saboreado no seu tempo certo, fica muito mais gostoso, demorei, mas comecei a perceber e entender o quanto ela estava certa nessas  afirmações.
Então ultimamente estou pouco me lixando se a vida é curta demais, seja lá para o que for, deixei de correr. Estou andando e apreciando a vista, e mesmo que as vezes eu esteja ansioso por algo, sei que no momento certo, o que tiver que ser, será!”

 

Bonito né?
Deixem nos comentários o que acharam 🙂

Anúncios

Um comentário em “Indicação de Texto: Casuísmo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s